POESIA — Todos os cantos do mundo

No meu peito aportam todos os barcos do mundo,
aqui estão todos os cais,
todas as estações de trem,
todos que passam por mim
na ida e na volta
sem me esperar jamais.
Daqui partem todos os andarilhos,
ficam os meios, o resto se vai,
vira a esquina,
sacode a mão,
aqui se esvaziam todos os navios,
aqui estão todos os cais.

No meu peito cabem todas as dores do mundo
e todas as paixões que deixei de cultivar,
aqui cabem todos os que poderiam ser,
todas as ideias e todos os esboços,
os que foram
ficam pra trás.
Aqui os fantasmas e as concretudes,
às brumas tudo o que estava por acontecer.
Detêm-se os trens com todos os sonhos do mundo,
vão-se cheios
a Alcatraz.

No meu peito aporta toda a insegurança do mundo,
toda caravela que bambeia sobre as ondas do mar.
Aqui estão todos os pontos de ônibus,
todo o vaivém das multidões,
todas as frustrações
e muito mais.
Daqui partem todos os homens
rumo a sabe-se-lá-pr’onde-isso-vai.
Sem despedidas, vão se todos,
passam por mim
na ida e na volta
sem me esperar jamais.

No meu peito cabe toda a loucura do mundo,
e todos os loucos
e todos os escândalos,
todas as neuroses eu carrego comigo,
mesmo assim sou incapaz
de vadiar como se não devesse nada à vida,
ultrapassar a beira da plataforma,
aqui estão minhas incertezas,
aqui estão todos os cais.

No meu peito aportam todos os barcos do mundo,
todo o fluxo, cá está.
Conto as horas por apitos,
compenso meu silêncio com os gritos
de quem se foi, de quem irá,
aqui estão todos os ramais.
Daqui partem, aqui ficam,
a cada quinze, uma centena.
Na ida, na volta
passam todos,
absorvo tudo o que há no mundo
sem me esperar jamais.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s